skip to Main Content

Viola de cabaça

Instrumento de cordas cujo o corpo ou caixa de ressonância é feito com o fruto parente das abóboras conhecido como cabaça, porongo, purunga, etc. Depois de seco e tratado, esse fruto, que tem formatos variados, transfere uma característica singular a cada instrumento. A viola de cabaça não tem uma ocorrência e expressão que represente a cultura de uma região específica do Brasil e como toda viola, varia muito na afinação e maneira de tocar. Ela surge das mãos de artesãos populares que de forma natural e prática, preservam as características básicas de uma viola de dez cordas.

Mãos que fazem, mãos que tocam

A essência de uma viola de cabaça é encontrada numa figura simples e conhecida, um arco de madeira, uma corda de aço, uma cabaça; o berimbau. Com um certo tempo envolvido na fabricação de vários instrumentos utilizando a cabaça como caixa de ressonância, observei que o som do berimbau é a característica básica encontrada nesses cordofones. Cada instrumento apresenta esse caráter de forma diferente.

O tamanho e formato da cabaça, assim como as madeiras utilizadas nas partes e outros detalhes, definem características únicas pra cada instrumento, sua voz, seu temperamento, seu formato e sua figura. Costumo dizer que os instrumentos são como pessoas, únicas na sua existência e personalidade. Por isso, compreendo o quanto é difícil atender encomendas na obrigação de satisfazer qualquer expectativa. Pra mim o ideal seria que, em nossa vida e em nosso caminho, encontremos os instrumentos assim como encontramos as pessoas e as acolhemos para o nosso convívio.

Notícias